O Fumaças vai ser proibido?

Lei n.º 37/2007
de 14 de Agosto

Aprova normas para a protecção dos cidadãos da exposição involuntária ao fumo do tabaco e medidas de redução da procura relacionadas com a dependência e a cessação do seu consumo.

Artigo 4.º
Proibição de fumar em determinados locais

1 — É proibido fumar:
a) Nos locais onde estejam instalados órgãos de soberania, serviços e organismos da Administração Pública e pessoas colectivas públicas;
b) Nos locais de trabalho;
c) Nos locais de atendimento directo ao público;
d) Nos estabelecimentos onde sejam prestados cuidados de saúde, nomeadamente hospitais, clínicas, centros e casas de saúde, consultórios médicos, postos de socorros e outros similares, laboratórios, farmácias e locais onde se dispensem medicamentos não sujeitos a receita médica;
e) Nos lares e outras instituições que acolham pessoas idosas ou com deficiência ou incapacidade;
f) Nos locais destinados a menores de 18 anos, nomeadamente infantários, creches e outros estabelecimentos de assistência infantil, lares de infância e juventude, centros de ocupação de tempos livres, colónias e campos de férias e demais estabelecimentos similares;
g) Nos estabelecimentos de ensino, independentemente da idade dos alunos e do grau de escolaridade, incluindo, nomeadamente, salas de aula, de estudo, de professores e de reuniões, bibliotecas, ginásios, átrios e corredores, bares, restaurantes, cantinas, refeitórios e espaços de recreio;
h) Nos centros de formação profissional; Continuar a ler O Fumaças vai ser proibido?

Share

Ano novo, vida nova

NOVAS QUALIFICAÇÕES (CENTROS NOVAS OPORTUNIDADES)

– Especialista de Fluxos de Distribuição (paquete)
– Supervisora Geral de Bem-Estar, Higiene e Saúde (mulher da limpeza)
– Coordenador de Fluxos de Entradas e Saídas (porteiro)
– Coordenador de Movimentações e Vigilância Nocturna (segurança)
– Distribuidor de Recursos Humanos (motorista de autocarro)
– Especialista em Logística de Combustíveis (empregado da bomba de gasolina)
– Assessor de Engenharia Civil (trolha)
– Consultor Especialista em Logística Alimentar (empregado de mesa )
– Técnico de Limpeza e Saneamento de Vias Públicas (varredor)
– Técnica Conselheira de Assuntos Gerais (cartomante/taróloga )
– Técnica Especialista em Terapia Masculina (prostituta)
– Técnica Especialista em Terapia Masculina Sénior (prostituta de luxo)
– Especialista em Logística de Produtos Químico-farmacêutico (traficante de droga)
– Técnico de Marketing Direccionado (vigarista)
– Coordenador de Fluxos de Artigos (receptador de artigos roubados)
– Técnico Superior de Distribuição de Artigos Pessoais (carteirista).
– Técnico de Redistribuição de Rendimentos (ladrão).
– Técnico Superior Especialista de Assuntos Específicos Não Especializados (político)

(recebido por e-mail)

Share

2007

Litania para este Natal

Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto
num sótão num porão numa cave inundada
Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto
dentro de um foguetão reduzido a sucata
Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto
numa casa de Hanói ontem bombardeada

Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto
num presépio de lama e de sangue e de cisco
Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto
para ter amanhã a suspeita que existe
Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto
Tem no ano dois mil a idade de Cristo

Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto
Vê-lo-emos depois de chicote no templo
Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto
e anda já um terror no látego do vento
Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto
para nos vir pedir contas do nosso tempo

David Mourão-Ferreira

Copiado de Biblioteca Escolar Centro de Recursos (BECRE) da Escola Secundária Sebastião da Gama – Setúbal

Share

Sof(t)lusa


https://www.youtube.com/watch?v=NOkKjS-hs94

Um “catamarã” parou no meio do estuário do Tejo, porque um passageiro não tinha bilhete. O bilhete custava 1,5 €. Repito: um-euro-e-meio. Foi chamada a Polícia Marítima, que se apresentou de lancha, a metralhadora aperrada à proa. Devido a este incidente de contornos porventura terroristas (300 paus), centenas de pessoas chegaram atrasadíssimas aos seus empregos. Quando o barco da Soflusa por fim arrancou, para a outra margem, parece que ia com tanta pressa que se espetou contra os pontões. Já deste outro incidente resultaram apenas umas esfoladelas e escoriações em meia dúzia de infelizes. A administração da Soflusa diz que acha “normal” parar um barco por causa de 300 mil réis. Sobre o estampanço, a mesma administração também não diz nada de jeito.

Não, isto não é uma anedota. Isto passou-se hoje, na Capital de um país chamado Portugal, algures no meio da Terra de Ninguém.

Share

Escritório Fiscal: contas em dia

Escritório Fiscal gratuito

Rápido, intuitivo, completo e… grátis, este Escritório Fiscal combina todas as ferramentas necessárias a qualquer contribuinte: simulador, calendário fiscal, base-de-dados, arquivo, documentação, emissão de declarações em papel ou envio pela Internet, navegação integrada, etc.

Um (excelente) produto d’O Informador Fiscal. Download AQUI.

Share

Mapa do Fumador – Portugal

Os conteúdos deste “post” estavam desactualizados e foram apagados. Se veio aqui parar através de motor de busca ou de link, é favor passar para o sítio do Fumador, onde tem todos os mapas e listas de locais para consultar e imprimir.

Este mapa interactivo é baseado numa ideia original do blog Arrastão, que propôs um “Roteiro do Fumador“.

Indique os dados de qualquer café, restaurante ou similar que saiba ter sala ou espaço reservado para fumadores. Colabore!

Se preferir, deixe os dados do(s) estabelecimento(s) na caixa de comentários deste post ou envie uma mensagem.

Os fumadores agradecem. E os não-fumadores também, presume-se.

Nota: enviei ontem, por e-mail, um convite ao blogger do Arrastão para participar na execução deste mapa; nesse convite, pedi autorização para publicar esta variante da sua ideia. Ainda não recebi resposta, pelo que presumo não haver qualquer objecção.

Actualização, em 06.01.08, às 18:15 h
Devido a um lapso técnico da Google Maps (a respeito do qual não existe qualquer aviso para os utilizadores, naquele serviço), tornou-se necessário repartir os locais para fumadores em dois mapas (locais de 1 a 200 e de 201 em diante).
Esperamos resolver em breve este problema, conjugando todos os dados num único mapa. Mais uma vez se refere que a versão mais recente e actualizada deste mapa se encontra na página 782 do Apdeites (“Mapas”).
Não se recomenda aos nossos visitantes que insiram o “iframe” do(s) mapa(s) no seu blog ou site, porque o(s) respectivo(s) endereço(s) pode(m) mudar a qualquer momento.

Actualização, em 30.12.07, às 11:30 h
Esta nova apresentação do mapa do fumador foi criada com a excelente ferramenta My Maps Plus e, como se vê, apresenta novas funcionalidades muito superiores às da versão básica da Google Maps.

O mapa do fumador ficará doravante, em conjunto com outros mapas e diversas ferramentas de localização e pesquisa, numa página autónoma do Apdeites, no endereço http://cedilha.net/apdeites3/?page_id=782 (está no menu, em “Páginas”).

O autor do blog Arrastão enviou-nos um e-mail propondo a promoção desta iniciativa como projecto conjunto, o que foi de imediato – e evidentemente – aceite.

Referências MM+: 0.

Share

JÁ FERVE

Fartos d'Estes Recibos Verdes

PETIÇÃO À ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PARA NEUTRALIZAR A UTILIZAÇÃO DOS DENOMINADOS “FALSOS RECIBOS VERDES”

Os/As signatários/as desta petição solicitam à Assembleia da República, enquanto órgão constitucional representativo dos/as cidadãos/ãs portugueses/as, e ao abrigo da sua função de controlo, que, desencadeie e incremente as acções tendentes a corrigir todos os vínculos laborais constituídos directamente com a Administração Pública a recibos verdes, pela consideração de que, embora designados como prestações de serviço tout court, respeitadores dos regimes de contratação pública em vigor, são antes trabalho prestado por conta de outrem com características em tudo subsumíveis ao conceito de “contrato de trabalho”, vivendo de forma dissimulada pela desoneração que os laços precários trazem para o contratante público.
(…)

Texto completo da petição AQUI (em formato “.doc”).

Sobre os procedimentos para assinatura e divulgação, ver as instruções no blog FERVE.

Uma nota pessoal sobre esta petição.

Se bem que esteja absolutamente de acordo, até por motivos e experiências pessoais, com o teor, com a redacção (excelente) e com as implicações políticas desta petição, a sua divulgação através do Apdeites e, por conseguinte, a publicação deste post, deverão ser entendidas como condicionais. Aparentemente, e a julgar apenas por aquilo que já vi e li, não existe nenhuma conotação entre esta petição e qualquer Partido político. No entanto, caso se verifique haver nisto alguma espécie de equívoco, isto é, constatando-se porventura que esta iniciativa não é afinal de cariz meramente cívico, independente e apartidário, reservo-me o direito de retirar este mesmo post a qualquer momento.

Share

Houston, we don’t have a problem

E aqui, pode?

Depois do cigarro sem fumo, aí está outra esplêndida ideia: a cabine cigarrónica. Aguardam-se, ansiosamente, novas ideias, outras engenhocas e “gadgets” que possam contribuir para a felicidade dos fumadores e para a não menos dos outros. Ali o “ansiosamente”, está bem de ver, surge na frase anterior “derivado ao” vício.

Estas cabines foram pensadas mais para locais de trabalho do que para restaurantes e afins, mas sempre gostaria de entender porque diabo não existem já em aeroportos e gares, ou mesmo em aviões e comboios, por exemplo. O problema não é a inestimável saúde do “não-fumador”? Não é uma questão de “saúde pública”? E então, não se gastam milhões em coisas bem mais caras e de efeitos bem menores… ou totalmente nulos? E se for o próprio ou os próprios a pagar do seu bolso, também não pode?

Ah, pois, é a lei, e tal, e tal, e tal.

Share