Dia: 24 de Fevereiro, 2016

Turismo linguístico: “lusofonia” e… “Física Quântica”

A parte mais difícil deste trabalho não foi coligir e sequenciar materiais de “estudo”, porque há por aí muita coisa, foi seleccionar apenas o que de fundamental — para não cansar as pessoas — poderia servir para ilustrar o assunto: falamos de “turismo linguístico”, está bem, e de “lusofonia”, certo, mas… “Física Quântica”? Perdão? O que diabo vem a ser isso? E o que tem semelhante coisa a ver com o AO90?

Pois sim, bem sei, os três conceitos não são muito fáceis de entender e se os amalgamarmos no mesmo título então a confusão ainda é maior. Vejamo-los, portanto, um de cada vez.

Toda a gente sabe (enfim, pouco mais ou menos) o que vem a ser o termo “lusofonia” entre aspas, sempre entre aspas, significando estas que se trata de um conceito cujo significado original e verídico foi paulatinamente transformado em pura e simples, tremenda aldrabice.

Já a expressão “turismo linguístico” pode soar algo familiarmente, que ele há disso, por exemplo, em Espanhol, em Francês e em Inglês. Bem entendido, na acepção de que aqui e agora se trata, não têm o “tourism linguistique” ou o “linguistic tourism” rigorosamente nada a ver com a sua tradução literal para Português: uma coisa é um cidadão ir passar uns tempos num país qualquer para ali “mergulhar” na Língua local, outra coisa completamente diferente — mais uma originalidade absoluta integralmente inventada por portugueses — é um grupo excursionista organizar uns “colóquios” para “debater” a Língua dos excursionistas em destinos mais ou menos exóticos.

http://pgl.gal/xxii-coloquio-da-lusofonia-decorrera-em-setembro-em-seia/
Quanto ao terceiro dos conceitos amalgamados é que, enfim, lamento, eu cá tinha uma vaga ideia de que “Física Quântica” não era exactamente isto:

Transformar a consciência do Português. O processo deve começar na comunidade onde vive e convive o cidadão. A comunidade, quando está politicamente organizada em Associação de Moradores, Clube de Mães, Clube de Idosos, etc., torna-se um micro Estado. As transformações desejadas serão efetuadas nesses microestados, que são os átomos do organismo nacional – confirma a Física Quântica.

Ao analisarmos a conduta das pessoas nos países ricos e desenvolvidos, constatamos que a grande maioria segue o paradigma quântico, isto é, a prevalência do espírito sobre a matéria, ao adotarem os seguintes princípios de vida: (…)

Esta mui interessante “definição” de Física Quântica é o devaneio que está escarrapachado sob o  sub-título “Solução-síntese” num todo ele curioso documento intitulado como Historial dos Colóquios da Lusofonia Representantes da Sociedade civil Atuante“.

Do qual podemos destacar, apenas para ilustração do respeitável público ou, pelo menos, daquele que não é totalmente quadrado na matéria, algumas verdadeiras pérolas (favor não confundir com pérolas verdadeiras, que são umas coisas redondas):

(mais…)

Share