A língua brasileira no mundo

dicionario_brasiliano_italianoPresidente da ABL sugere reunião para harmonizar implementação de AO [brasileiro]

Uma reunião com representantes e especialistas de todos os países que falam a língua portuguesa [brasileira] poderia ser útil para ajudar a harmonizar a implementação do Acordo Ortográfico [brasileiro] em todos os continentes.

A proposta partiu do presidente da Academia Brasileira de Letras, ABL. Em entrevista à Rádio ONU, Domício Proença Filho disse que compreende o “estranhamento” que muitos possam ter com as novas regras [brasileiras], mas segundo ele um acordo ortográfico [acto colonial] nunca é “para a geração que o fez, mas sim para as gerações futuras”.

Diálogo

O presidente da entidade, sem fins [obscenamente] lucrativos que tem como missão zelar pelo patrimônio da língua portuguesa [brasileira] no Brasil, afirmou que “mais cedo ou mais tarde” a tendência é que as mudanças na ortografia sejam implementadas [nas “colônias” brasileiras].

Domício Proença Filho acredita que seria uma boa oportunidade a abertura de um diálogo ainda maior com todos os países lusófonos [brasilófonos].

“Eu acredito que já é tempo de uma reunião de revisão. Uma reunião conjunta, harmônica, em que as partes que têm interesse no Acordo [Acto] voltem a discutir aqueles pontos que foram motivo de dúvida, de celeuma, até de um atrito maior ou menor (…) no sentido de implementar. O acordo é lei. Lei se cumpre.” [Mas só nas “colônias” brasileiras.]

Boa relação

Durante a entrevista, o intelectual [soba local] afirmou que a Academia Brasileira de Letras tem mantido uma boa relação com a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa [brasileira], Cplp[b], cujo terceiro pilar é a promoção do idioma [brasileiro] no mundo. Ele também citou contatos pessoais de escritores e imortais brasileiros [pois claro] com países de língua portuguesa [brasileira] na África e em Portugal.

Domício Proença Filho falou sobre a troca de experiências e contatos com o Instituto Internacional de Língua Portuguesa [brasileira], Iilp [lilb???], que tem sede em Cabo Verde.

A Academia Brasileira de Letras, inaugurada em 1897 com um discurso preliminar do primeiro presidente Machado de Assis, tem atualmente 40 membros [os 40 “bwanas”].


Source: Presidente da ABL sugere reunião para harmonizar implementação de AO | Rádio das Nações Unidas [os parêntesis rectos são meus, evidentemente, e os “links” também ]

 

brasil_005

Print Friendly, PDF & Email
Share