Apartado 53

Um blog contra o AO90 e outros detritos

Etiqueta: Moçambique

Em Português – 43

Fundação Lusíada

A Fundação Lusíada foi criada a 6 de Março de 1986, tendo sido seu fundador o Dr. Abel A. M. de Lacerda Botelho. É uma…

Publicado por Fundação Lusíada em Domingo, 8 de Fevereiro de 2015

É uma Instituição Cultural sem fins lucrativos, tendo-lhe sido atribuída a qualidade de Pessoa Colectiva de Utilidade Pública em 30 de Abril de 1992, tendo como objectivo prioritário estatutário:
“Defesa e divulgação da língua e da cultura portuguesa nos países de língua portuguesa, nos países onde existem comunidades lusas e em qualquer outro país onde tal se torne útil ou necessário”

Fundação Lusíada
Website | Facebook


Jornal O País (Moçambique)

Restrições na extracção que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e outros produtores acordaram contribuíram para avanço do preço

Publicado por O País em Segunda-feira, 15 de Janeiro de 2018

Restrições na extracção que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e outros produtores acordaram contribuíram para avanço do preço

Jornal O País (Moçambique)
Website | Facebook


Clube Espacial Português

Desde 2007 que a Ilha de Santa Maria, nos Açores, colocou Portugal no mapa dos grandes países europeus no contexto…

Publicado por Clube Espacial Português em Segunda-feira, 15 de Janeiro de 2018

Desde 2007 que a Ilha de Santa Maria, nos Açores, colocou Portugal no mapa dos grandes países europeus no contexto espacial. Hoje existe já uma importantíssima infraestrutura operada pela Edisoft que actua não só na monitorização de toda a área marítima do Atlântico Norte, bem como no crucial rastreio dos lançamentos dos foguetões da Agência Espacial Europeia (ESA). A convite da Casa dos Açores em Lisboa, o Engenheiro Ricardo Conde da Edisoft apresentou o panorama actual dos Açores no sector espacial, bem como as grandes perspectivas futuras que poderão catapultar os Açores como o futuro porto europeu de acesso económico ao espaço.

Clube Espacial Português
Website | Facebook

Share

Em Português – 27

Priberam

Palavra do dia: Xerosexe·ro·se |ó| (xero- + -ose)substantivo feminino1. [Medicina] Estado patológico caracterizado…

Publicado por Priberam em Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Estado patológico caracterizado por secura e esclerose da pele ou das mucosas (ex.: xerose cutânea).

Priberam
Website | Facebook


IRA – Intervenção e Resgate Animal

A partir de Janeiro colocaremos em marcha o projecto RESGATO.Iremos publicar um modelo do DISPOSITIVO fácil de…

Publicado por IRA – Intervenção e Resgate Animal em Segunda-feira, 25 de Dezembro de 2017

A partir de Janeiro colocaremos em marcha o projecto RESGATO.
Iremos publicar um modelo do DISPOSITIVO fácil de construir e com materiais fáceis de obter, de forma a quem possa e se encontre nas proximidades, construa um e nos entregue ou solicite recolha.

IRA – Intervenção e Resgate Animal
Website | Facebook


Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora

Por decisão da direcção do CEMD, o Professor Doutor Martins Mapera passa a ser a partir de hoje dia 15 de Dezembro de…

Publicado por Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora em Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Por decisão da direcção do CEMD, o Professor Doutor Martins Mapera passa a ser a partir de hoje dia 15 de Dezembro de 2017 ,o Representante Honorário do Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora (CEMD) nas cidades moçambicanas da Beira e Inhambane.

Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora
Website | Facebook

Share

Em Português – 25

Escapadinhas

Espaço agradável e calmo, óptimo para descansar e sentir o cheirinho a Alentejo… 💕

Publicado por Escapadinhas em Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2017

Espaço agradável e calmo, óptimo para descansar e sentir o cheirinho a Alentejo…

Escapadinhas
Website | Facebook


Rádio Moçambique

EX-PORTA-VOZ DA PRM CONDENADO A 12 MESES DE PRISÃO POR CORRUPÇÃO PASSIVAO ex-porta-voz da PRM na província de Gaza,…

Publicado por Rádio Moçambique em Quinta-feira, 21 de Dezembro de 2017

Langa foi julgado na quarta-feira da semana passada, acusado de ter burlado um jovem, na cidade de Xai-Xai, a capital provincial, no valor de 120 mil meticais, através do qual se prontificou a facilitar os processos para a entrada directa do seu “cliente” à Academia de Ciências Policiais, ACIPOL, em Maputo.

Rádio Moçambique
Website | Facebook

Share

Em Português – 14

Editorial Divergência

COMO PARTICIPAR:- Coloque "Gosto" na página de Facebook da Editorial Divergência- Partilhe esta imagem por partilha…

Publicado por Editorial Divergência em Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017

– Partilhe esta imagem por partilha directa no seu perfil (após a partilha, coloque-a pública para podermos vê-la)

Editorial Divergência
Website | Facebook


In-Libris

A mais recente edição da In-Libris já está no Prelo.Álbum de edição limitada de que apenas foram impressos 50 exemplares numerados e assinados pelo editor.A partir de originais negativos de um acervo de fotografias da autoria de Emílio Biel relativos ao Douro e à sua dimensão vinícola captados no final do século XIX, esta edição é constituída pelas imagens que foram optimizadas de modo a serem apresentadas na sua mais exigente qualidade de impressão a negro, em folha solta, sobre papel mate de 190 gr/m2. Estão estas 70 fotografias protegidas por estojo de madeira de carvalho cuidada com cera natural de abelha.Apresenta-se ainda, aqui reproduzida, uma rara etiqueta publicitária da firma Emílio Biel & Compª. bem como um texto, coevo, da autoria do Visconde Villarinho de S. Romão e outro, contemporâneo, da autoria de Manuel de Novaes Cabral.O obvio valor desta peça reside não apenas na sua grande qualidade enquanto objecto de arte mas também no repositório iconográfico que este acervo representa: trata-se, na verdade, de um importantíssimo retrato social, histórico e etnográfico do Portugal do século XIX.As cumplicidades do Museu do Douro e do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto ficam patentes no apoio à divulgação desta obra.Atendendo à grande dimensão editorial deste projecto, disponibilizamos um protótipo que se encontra nas nossas instalações ao seu dispôr no sentido de lhe podermos mostrar o que irá ser esta edição de bibliófilo.Atendendo ao reduzido número de exemplares, as reservas serão consideradas conforme a sua ordem de recepção.

Publicado por In-Libris em Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Atendendo à grande dimensão editorial deste projecto, disponibilizamos um protótipo que se encontra nas nossas instalações ao seu dispôr no sentido de lhe podermos mostrar o que irá ser esta edição de bibliófilo.
Atendendo ao reduzido número de exemplares, as reservas serão consideradas conforme a sua ordem de recepção.

In-Libris
Website | Facebook


Jornal @Verdade (Moçambique)

A Polícia da República de Moçambique (PRM), no Niassa, colocou cinco supostos assaltantes à mão armada fora de acção e…

Publicado por Jornal @Verdade em Quarta-feira, 29 de Novembro de 2017

A Polícia da República de Moçambique (PRM), no Niassa, colocou cinco supostos assaltantes à mão armada fora de acção e disse que os mesmos são perigosos cadastrados, que aterrorizavam os distritos de Ngauma, Mecanhelas, Cuamba e Mavago.

Jornal @Verdade (Moçambique)
Website | Facebook

Share

«O AO90 não é adoptado com seriedade em Cabo verde» [Abraão Vicente, Ministro da Cultura]

“O quotidiano em Cabo Verde é todo ele pensado, amado, sentido em crioulo”

A pretexto do “maior evento literário dos PALOP”, a Morabeza — Festa do Livro, que arranca a 30 de Outubro, o ministro da Cultura de Cabo Verde, Abraão Vicente, diz como tenciona alicerçar a literatura num país em que ela é sobretudo feita na música. E vinca o seu apoio à oficialização do crioulo.

—————-

(…)

O facto de a criação literária cabo-verdiana ser essencialmente em português e toda a criação musical ser em crioulo, essa duplicidade, é essencial à maneira de ser cabo-verdiana?
A nossa identidade revela-se aí. Na Festa do Livro, o português vai ser a língua de trabalho, porque vamos ter convidados de Angola, Moçambique, Portugal, Brasil. Mas o nosso quotidiano é todo ele pensado, amado, sentido em crioulo, por mais que as instituições se esforcem. Uma das primeiras medidas do novo governo foi o ensino do português como língua segunda, no sentido exactamente de nós interiorizarmos o porquê de o ensino e a fluência do português estarem a perder terreno. Porque o crioulo domina o dia-a-dia, domina a música, domina as próprias instituições. O parlamento cabo-verdiano funciona praticamente em crioulo. Há uma força identitária e aqui entra o debate que vai vir com a revisão da Constituição: oficializa-se ou não o crioulo?

(mais…)

Share

“A Língua Portuguesa nas suas múltiplas vertentes” [jornal “Ponto Final” (Macau)]

Lusitanistas reunidos pela primeira vez a Oriente para afirmar o papel da língua portuguesa

São mais de 140, os académicos de algumas das mais prestigiadas universidades do mundo que por estes dias se encontram em Macau para o XII Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas. Pela primeira vez, o encontro decorre a Oriente, após de já ter passado por países como França, Portugal, os Estados Unidos da América, o Brasil, a Alemanha e Cabo Verde.

Arrancou ontem o XII Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas (AIL), iniciativa que até sexta-feira, vai reunir, no Instituto Politécnico de Macau (IPM), mais de 140 conferencistas de 80 instituições de ensino superior oriundas um pouco de todo o mundo. Elemento de destaque naquela que é a primeira edição do evento trienal a Oriente é a presença, pela primeira vez, de académicos chineses que se vão apresentar como palestrantes. Para Roberto Vecchi, presidente da AIL, este afigura-se como “o elemento mais interessante deste congresso que surgiu espontaneamente sem nenhum tipo de organização”. Em declarações ao PONTO FINAL, o também director do Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas Modernas da Universidade de Bolonha, salientou a importância do evento decorrer em Macau “porque, de certo modo, inaugura um espaço novo, um espaço dinâmico, um espaço que está a investir muito na língua portuguesa”. Vecchi revelou ainda que “provavelmente” o congresso irá regressar à Europa “nos próximos três anos”.

Presente na cerimónia de inauguração que ontem decorreu no Instituto Politécnico de Macau, entidade organizadora do congresso, esteve o secretário para os Assuntos Sociais e Cultura. Alexis Tam considerou que o idioma de Camões está a crescer de forma visível no território: “De uma forma simples, pode dizer-se que, hoje, há mais e melhor língua portuguesa em Macau”, defendeu.

Para o dirigente, tal constatação deve-se a “passos muito significativos” como o reforço “substancial” do investimento no ensino da língua, o recrutamento de novos recursos humanos, o aumento do número de alunos, a criação de novos programas e o incremento do intercâmbio e cooperação: “Considero, contudo, que podemos fazer mais. Do ensino básico ao ensino superior, das instituições públicas às instituições privadas, na pedagogia e na investigação, nos projectos e nos resultados”, assegura Alexis Tam. O secretário para os Assuntos Sociais e Cultura garantiu ainda, da parte do Governo, “o estímulo, a dinamização e os meios necessários”.

Por sua vez, Carlos Ascenso André, coordenador do Centro Pedagógico e Científico da Língua Portuguesa do Instituto Politécnico de Macau, recordou a viagem que fez até Cabo Verde há três anos, aquando do último encontro da Associação Internacional de Lusitanistas, para apresentar a candidatura da instituição de ensino superior à realização do congresso que se seguiria. Três anos depois, a associação reúne-se em Macau para uma “celebração da língua portuguesa e das culturas dos países de língua portuguesa”, como assim o entende Lei Heong Iok, presidente do IPM.

 

A LÍNGUA E A CULTURA DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA NAS SUAS MÚLTIPLAS VERTENTES

O congresso prossegue hoje, pelas 14h30, com a conferência “Divulgar a Língua Portuguesa e as suas Culturas” e com a apresentação da nova série da revista “Veredas”, editada pela AIL. Hoje será ainda apresentada a “Plataforma 9”, um portal cultural do mundo de língua portuguesa desenvolvido pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Associação Internacional de Lusitanistas. Amanhã, pelas 11h, tem lugar o seminário “O Português no Mundo” conduzido por Ana Paula Laborinho, presidente do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, Benvida da Rosa Lemos Oliveira, da Universidade Nacional de Timor Lorosa’e, e Carlos André, do IPM. Já na quinta-feira vai decorrer a “Mesa dos Escritores” que vai juntar Carlos Morais José, em representação de Macau, Ana Miranda do Brasil e João Paulo Borges Coelho de Moçambique. Por último, a conferência “As Humanidades como ‘inuntensílios’: aceleração – intervalo – interpretação”, conduzida pela ex-ministra da Cultura portuguesa, Isabel Pires de Lima, irá encerrar o congresso na sexta-feira.

Todas as actividades são abertas ao público em geral, incluindo as 44 sessões de trabalho que decorrem em simultâneo ao longo da semana. Serão debatidos temas como os diálogos transculturais entre Brasil, China e Macau, literatura feminina brasileira contemporânea, o acordo ortográfico, a personificação do poder na literatura angolana contemporânea, o papel da tradução na consolidação da identidade macaense, entre muitos outros. No último dia será ainda anunciada a localização e entidade organizadora do XIII congresso que irá acontecer em 2020.

CVN

[Transcrição integral de: Lusitanistas reunidos pela primeira vez a Oriente para afirmar o papel da língua portuguesa. Jornal “Ponto Final”, de Macau, 25.06.17. Imagem de topo de: Instituto Politécnico de Macau.]

Share
Apartado 53 © 2017 Frontier Theme