Apartado 53

Um blog contra o AO90 e outros detritos

Etiqueta: Universidade

Em Português – 44

Associação Clenardus: Promoção e Ensino da Cultura e Línguas Clássicas

ASSEMBLEIA GERAL da Associação CLENARDVS, que hoje faz um ano de vida!Parabéns a todos os que nos têm acompanhado neste projecto em prol da Cultura e Línguas Clássicas!

Publicado por Associação Clenardus: Promoção e Ensino da Cultura e Línguas Clássicas em Domingo, 26 de Novembro de 2017

Parabéns a todos os que nos têm acompanhado neste projecto em prol da Cultura e Línguas Clássicas!

Associação Clenardus: Promoção e Ensino da Cultura e Línguas Clássicas
Website | Facebook


MIL: Movimento Internacional Lusófono

Publicado por João Pedro Graça em Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

No Brasil prossegue e apodrece um impasse que só poderá ter um princípio de resolução nas próximas Eleições Presidenciais, agendadas para 2018. Nos restantes países, com a sempre relativa excepção de Cabo Verde, nada de realmente novo no horizonte a assinalar.

MIL: Movimento Internacional Lusófono
Website | Facebook


Fábrica Braço de Prata

Projecto Bug

Publicado por Fábrica Braço de Prata em Sexta-feira, 1 de Dezembro de 2017

Projecto Bug

Fábrica Braço de Prata
Website | Facebook

Share

“A minha grande tristeza é a pouca atenção que se dá à língua portuguesa”

澳門大學

“A minha grande tristeza é a pouca atenção que se dá à língua portuguesa na Universidade de Macau”

Catarina Vila Nova

Jornal “Ponto Final (Macau), 10.01.18

 

Na Universidade de Macau, contrariamente ao que se poderia pensar, não existe a promoção da língua portuguesa. As palavras são de Inocência Mata, antiga subdirectora do Departamento de Português da instituição. Ao PONTO FINAL, a académica apontou um rol de problemas que diz existir no departamento relacionados com a importância – ou falta dela – atribuída à língua portuguesa.

A Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) enviou uma carta aberta a Song Yonghua, que tomou ontem posse como reitor da Universidade de Macau (UM). Na missiva, o organismo apela ao académico para “promover a utilização da língua portuguesa na comunicação da UM com a sociedade e com os jornalistas de língua portuguesa de Macau”, algo que considera “que não tem sido prática corrente no passado recente da UM”. Para Inocência Mata, que até Agosto do ano passado era a subdirectora do Departamento de Português da Universidade de Macau (UM), esta carta é vista como “oportuna”. “É oportuna porque na verdade eu creio que para a Universidade de Macau o português não existe”, afirmou a académica em declarações ao PONTO FINAL.

“Eu penso [que esta carta] faz todo o sentido porque contrariamente ao que se poderia imaginar não existe a promoção da língua portuguesa pela e na Universidade de Macau”, declarou Inocência Mata. “Eu gostava que a língua portuguesa fosse uma língua mais promovida não apenas no sentido desse ensino que, como também já é do conhecimento geral, tem sofrido um enorme ‘backlash’. Eu espero que quem toma as decisões na Universidade de Macau perceba que a universidade ganha em promover a língua portuguesa. Não direi já como língua de trabalho mas pelo menos [como] uma das línguas muito importantes para os alunos e para que os alunos se sintam motivados”, sustentou a professora.

Questionada quanto a uma possível alteração do panorama por si traçado com a tomada de posse de Song Yonghua, Inocência Mata duvida que tal esteja directamente dependente do reitor. Porém, a académica também não acredita que este poder esteja concentrado no director do Departamento de Português devido à “relação demasiado vertical” que diz existir na hierarquia da instituição. “Nunca se sabe quem impõe as regras, eu não sei se depende do chefe do departamento porque na verdade é uma relação demasiado vertical que não sei qual é o centro do poder que não tem noção da especificidade da língua portuguesa na região de Macau”, criticou a docente.

Quanto ao que a motivou a abandonar o cargo de subdirectora, Inocência Mata aponta uma “miríade de razões” sendo a principal o facto de achar que “todas as decisões já estavam tomadas”. “Eu não quis continuar porque achava que não fazia a diferença e eu estou habituada a fazer a diferença. Na casa de onde venho, a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, eu estou habituada a que as decisões de ordem pedagógica e científica sejam tomadas pelos professores. Eu cheguei à conclusão que os professores não têm qualquer palavra a dizer, a decisão está toda tomada. Eu não sei onde é que está o centro das decisões, eu sei é que não está no Departamento de Português”.

Inocência Mata faz também a ponte com a instituição onde leccionava em Portugal antes de vir para Macau para criticar o facto de a UM não abrir há três anos um mestrado na área dos estudos literários e culturais de português. Segundo explicou a académica, quando assumia ainda funções como subdirectora foi-lhe comunicado que o mestrado não iria abrir devido ao número de alunos inscritos não ser suficiente.

“Por exemplo, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa é óbvio que os candidatos aos cursos de latim e grego são sempre um número menor do que os candidatos aos cursos de línguas hispânicas ou de português; portanto, deixar de abrir cursos de latim e grego é passar um atestado de óbito. Ou seja, a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa arca com este fardo porque tem a ver com o espírito da faculdade e eu penso que a Faculdade de Letras e Humanidades [da UM] devia fazer isto em relação ao português”, sustentou.

A especialista em estudos pós-coloniais no mundo da língua portuguesa critica ainda o facto de, na faculdade, “o que conta são as revistas publicadas em inglês e os artigos publicados em inglês”. “Então não era de se valorizar uma pessoa que é da área do português e haver uma promoção das revistas portuguesas, angolanas, brasileiras, moçambicanas?”, atirou. “Mas não. Para meu espanto cheguei a apercebi-me de que, na verdade, o que conta são as revistas que estão em bases e que são todas elas dos Estados Unidos e da Inglaterra”, contou.

“Obviamente que eu não consigo conviver com isto porque a minha área é a área do português. Porque é que eu tenho de escrever em inglês e publicar em inglês? O inglês aqui é a língua valorizada para publicação, realidade com a qual eu não convivi nada bem”, disse a académica que, contudo, assumiu que “obviamente que as coisas mudaram um bocado”. “Esperemos que as pessoas agora tenham atenção a esta matéria porque esta é a minha grande tristeza, a pouca atenção que se dá à língua portuguesa na Universidade de Macau”.

“QUE OBSTÁCULO É QUE VOCÊS TÊM NO CONTACTO [COM A UM]?”

Contactado pelo PONTO FINAL também sobre a carta da AIPIM, Yao Jingming, director do Departamento de Português da UM, disse que “faz sentido ter sido enviada essa carta”, apesar de defender que “recentemente a universidade tem vindo a trabalhar muito em termos de melhoramento do ensino da língua portuguesa”. “Em termos de relação da Universidade de Macau com os meios de comunicação social em português, as notícias que eles fazem sempre fazem em três línguas. Por isso, que obstáculo é que vocês [jornalistas] têm no contacto e na comunicação com eles?”, questionou o também poeta e tradutor.

Para Yao Jingming, a questão também se coloca de forma inversa ao afirmar que “todos os cidadãos de Macau também têm que aprender outras línguas”. “Os portugueses que vivem aqui em Macau também têm que aprender e sentir-se mais motivados para aprender chinês. Se todos pudessem falar outras línguas a comunicação e o convívio seria muito mais fácil. Os chineses claro que têm que aprender mais português enquanto que os portugueses que vivem em Macau também têm de estar mais motivados para aprender a língua e a cultura chinesas”.

Quanto ao novo reitor, o responsável pelo Departamento de Português disse que Song Yonghua “precisa de tempo para conhecer a realidade da língua portuguesa para [poder] tomar medidas em termos da promoção desta língua, porque ele chegou a Macau há poucos dias”.

[Transcrição integral de: “A minha grande tristeza é a pouca atenção que se dá à língua portuguesa na Universidade de Macau”. Autoria: Catarina Vila Nova. Jornal “Ponto Final” (Macau), 10.01.18.]

Share

Em Português – 37

Centro de Estudos Comparatistas

Partilhamos as fotografias da 'Jornada Máscaras de Cera: O Espectáculo da Morte na Literatura e nas Artes dos Séculos…

Publicado por Centro de Estudos Comparatistas em Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Partilhamos as fotografias da ‘Jornada Máscaras de Cera: O Espectáculo da Morte na Literatura e nas Artes dos Séculos XIX e XX’ que decorreu no passado dia 14 de Dezembro da sala 5.2. da FLUL. Esta actividade resulta de uma colaboração entre o Projecto RIAL – Realidade e Imaginação nas Artes e na Literatura , do grupo THELEME do Centro de Estudos Comparatistas, e o Centro de Estudos de Teatro da Universidade de Lisboa.

Centro de Estudos Comparatistas (FLUL)
Website | Facebook


Storic – Mediação Cultural

Curiosidade do Dia:A 6 de Janeiro, dia de Reis, era colocada a primeira pedra do Real Mosteiro de Santa Maria de Belém…

Publicado por Storic – Mediação Cultural em Sábado, 6 de Janeiro de 2018

Actualmente, o Mosteiro dos Jerónimos é ponto de visita obrigatório para quem visita a cidade de Lisboa.

Storic – Mediação Cultural
Website | Facebook


VAN – Marketing & Digital

Para fechar 2017 de vez, pareceu-nos boa ideia tentar perceber quantos utilizadores activos tem afinal cada rede. O método foi simples; olhámos para a ferramenta de anúncios de cada uma delas.

Publicado por VAN – Marketing & Digital em Quarta-feira, 3 de Janeiro de 2018

Para fechar 2017 de vez, pareceu-nos boa ideia tentar perceber quantos utilizadores activos tem afinal cada rede. O método foi simples; olhámos para a ferramenta de anúncios de cada uma delas.

VAN – Marketing & Digital
Website | Facebook

Share

Em Português – 21

EscritaCriativaOnline

Afonso Cruz, Ana Margarida de Carvalho e João Ricardo Pedrohttp://escritacriativaonline.net/ciclo2/Afonso Cruz, Ana…

Publicado por EscritaCriativaOnline em Terça-feira, 5 de Dezembro de 2017

Os seus últimos livros — o ensaio ‘Jalan Jalan – Uma Leitura do Mundo’ (Companhia das Letras Portugal, 2017), o livro de contos ‘Pequenos Delírios Domésticos’ (Relógio D’Água, 2017) e o romance ‘Um Postal de Detroit’ (Dom Quixote, 2016) — servem de pretexto para mergulhar na obra de cada um e abordar diferentes formas de narrativa e ficção literária. Um tríptico de palestras a não perder!

EscritaCriativaOnline
Website | Facebook


Colecção B, associação cultural

Para encerrar os Outros Cinemas de 2017, exibem-se dois filmes onde tudo arde, ente o distópico e o apocalíptico. No…

Publicado por Colecção B, associação cultural em Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Para encerrar os Outros Cinemas de 2017, exibem-se dois filmes onde tudo arde, ente o distópico e o apocalíptico. No primeiro, Sacrifício, de Tarkovski, a história centra-se num pequeno grupo de personagens que enfrentam uma ameaça de desastre nuclear. Entre o desespero e o silêncio, Alexander descobre a possibilidade de um rasgão na realidade (e o filme está cheio de sinais sobre a possibilidade desses rasgões, como com Otto, o coleccionador de mistérios), chame-se-lhe Deus ou milagre ou insanidade.

Colecção B, associação cultural
Website | Facebook


Academia Portuguesa da História

Dia 6 de Dezembro de 2017 – Celebramos o "Dia da Academia", na respectiva sessão, na qual a Profª. Doutora Maria de Fá…

Publicado por Academia Portuguesa da História em Segunda-feira, 4 de Dezembro de 2017

Dia 6 de Dezembro de 2017 – Celebramos o “Dia da Academia”, na respectiva sessão, na qual a Profª. Doutora Maria de Fátima Reis proferirá a conferência, “Fé, «Razão Ilustrada» e Santo Ofício em Portugal: o Clero na Maçonaria”, serão entregues os prémios aos vencedores da edição deste ano.

Academia Portuguesa da História
Website | Facebook

Share

Em Português – 20

ALA – Academia de Letras e Artes

O Presidente da Academia de Letras e Artes, Professor Catedrático António de Sousa Lara, tem o prazer de Convidar Vossa…

Publicado por ALA – Academia de Letras e Artes em Domingo, 10 de Dezembro de 2017

O Presidente da Academia de Letras e Artes, Professor Catedrático António de Sousa Lara, tem o prazer de Convidar Vossa Excelência, Família e Amigos para a Sessão Solene de Recepção Académica de Novos Académicos Nacionais e Estrangeiros e Cerimónia de Apresentação da Obra Colectânea Literária I (2017) que terá lugar pelas 18.00 horas de Sexta-Feira, dia 15 de Dezembro de 2107 na Sede da Academia (Avenida Castelhana, nº13), ao Monte Estoril.

ALA – Academia de Letras e Artes
Website | Facebook


Montepio Militar

ASSINEM POR FAVOR E PARTILHEM… http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT84943COMUNICADOO Montepio Militar a par…

Publicado por Montepio Militar em Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

Perante o insucesso das diligências já efectuadas junto do governo, nomeadamente do Ministro da Defesa Nacional, torna- se necessário levar a Petição à Assembleia da República.
Assim importa complementar o número de assinaturas já existentes até conseguir as 4000 assinaturas necessárias, que devem ser validadas com o respectivo número do CC ou BI.

Montepio Militar
Website | Facebook


Técnica Livraria – Arquitectura

Newsletter – Agosto – PARTE 1 (mais novidades na livraria)

Iniciamos um novo método na comunicação com os nossos clientes, transmitindo as novidades/outros, com a proximidade e honestidade que nos caracteriza.Outras NOVIDADES no site/ livraria. Técnica Livraria, uma livraria de arquitecto para arquitectos

Publicado por Técnica Livraria – Arquitectura em Sexta-feira, 29 de Agosto de 2014

Iniciamos um novo método na comunicação com os nossos clientes, transmitindo as novidades/outros, com a proximidade e honestidade que nos caracteriza.
Outras NOVIDADES no site/ livraria. Técnica Livraria, uma livraria de arquitecto para arquitectos

Técnica Livraria – Arquitectura
Website | Facebook

Share

Em Português – 15

Lusodidacta

http://www.lusodidacta.pt/index.php?option=com_virtuemart&page=shop.product_details&flypage=flypage.tpl&product_id=250&Itemid=1

Publicado por Lusodidacta – Livros técnicos de saúde em Segunda-feira, 20 de Agosto de 2012

Brincar é um direito da Criança reconhecido na Convenção Internacional dos direitos da Criança, nas Nações Unidas e consagrado na Carta da Criança Hospitalizada onde, no Artigo 7.º, se lê que “o Hospital deve oferecer às crianças um ambiente que corresponda às necessidades físicas, efectivas e educativas, quer no aspecto do equipamento, quer no do pessoal e da segurança”.

Lusodidacta – Livros técnicos de saúde
Website | Facebook


El Corte Inglés Portugal

Cheques Mágicos

Os Cheques Mágicos estão de volta, só este fim-de-semana. Aproveite e todos lá em casa vão agradecer, até a sua despensa 😉 Dias 18 e 19 de Novembro, tudo o que gastar no Supercor, Supermercado El Corte Inglés, em supermercado.elcorteingles.pt e na App do Supermercado El Corte Inglés, recebe de volta em cheques de 10€.👉 Saiba mais aqui: eci.pt/17ChequesMágicos 👈

Publicado por El Corte Inglés Portugal em Sábado, 18 de Novembro de 2017

Excepto Serviços, Cartão Presente, Cabazes de Natal, Restauração, Espaço Saúde e Club Del Gourmet.

El Corte Inglés Portugal
Website | Facebook


Revista Descla

Laurissilva, a floresta do Atlântico

Publicado por Descla em Segunda-feira, 27 de Novembro de 2017

A floresta é ainda conhecida pelas mais de 500 espécies endémicas de invertebrados, entre moluscos, aracnídeos e insectos. Nestes últimos, o isolamento geográfico e as grandes diferenças de altitude fizeram com que aqui se desenvolvessem tipos com formas muito particulares, como a redução ou atrofiamento das asas e a alteração do tamanho corporal, bem visível nalguns coleópteros. A Laurissilva integra o Parque Natural da Madeira, conferindo-lhe a este um forte estatuto de protecção. Desde 1992 faz ainda parte da rede de Reservas Biogenéticas do Conselho da Europa e constitui Zona de Protecção Especial-ZPE, no âmbito da Directiva Aves.

Revista Descla
Website | Facebook

Share
Apartado 53 © 2017 Frontier Theme