Eu, abaixo assinado,

Declaro, por minha honra, não ter a mínima pachorra para aturar intelectualóides em geral e pseudo-intelectuais em particular. Mais declaro ser minha intenção não ligar ou, pelo menos, tentar não ligar meia a considerações tergiversadas, ou a tergiversações encavalitadas em considerandos; das quais e a propósito dos quais, de resto, confesso humildemente não entender grande coisa, para não dizer coisa alguma, em especial quando umas e outros me são endereçados de forma codificada, encriptada ou, simples mas complexamente, embrulhados numa salgalhada indestrinçável de argumentos bacocos, ainda para mais entremeados com citações de autores obscuros que não conheço de lado nenhum e para os quais me estou altamente nas tintas, não desfazendo.

Declaro, por fim, e apenas com Deus por testemunha, o que já não é pouco, não estar absolutamente nada interessado em alimentar polémicas estéreis seja com quem for, disponibilizando-me de imediato e por consequência para aquiescer sistematicamente a qualquer solicitação nesse sentido – desde que não seja necessário para tal espremer os meus já cansados neurónios, ou a minha não menos mioleira. Isto é: desde que não me chateiem, enquanto declarante, cidadão e ser pensante, e enquanto personalidade autónoma, esperemos que não completamente estúpida, a personalidade, cá por mim está tudo muito bem. Amanhem-se, vós outros, e que sejam felizes com as vossas perplexidades, ou certezas, ou o diabo que vos carregue, é o que desejo.

Não sei se me faço entender, mas assino à mesma, com os melhores cumprimentos.

João Pedro Graça

P.S.: Over and Out

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *