X-Files

Esta página funciona como INDEX de tudo aquilo que o Apdeites vai guardando e que teve, tem ou pode vir a ter interesse para a blogosfera nacional: ficheiros para download, cópias integrais (cache) de páginas ou blogs (entretanto apagados) e, de forma geral, todos os materiais que não se enquadrem em qualquer das secções temáticas no menu geral.


1. O caso FreedomToCopy
Autor anónimo criou o blog FreedomToCopy, contendo graves acusações de plágio em relação ao autor do romance «Equador», Miguel Sousa Tavares. Os conteúdos deste blog foram substituídos por outros, agora de apoio àquele autor e de `promoção da obra. Por fim, também estes novos conteúdos desapareceram.

A acusação era obviamente infundada, mas o Apdeites guardou as versões sucessivas do endereço http://freedomtocopy.blogspot.com, incluindo os comentários do blog inicial.
Em meados de Novembro 2006, o endereço http://freedomtocopy.blogspot.com (que estava em branco), passa a chamar-se Lorem Ipsum Dolor, contendo uma sucessão de textos (geralmente utilizados como conteúdos para teste de páginas) em Inglês. Guardado cache AQUI, em 22.11.06.

Ficheiros: 27.10.06, 31.10.06, 01.11.06.

Posts sobre este assunto: Sinopse, Ponto da Situação, Cronologia, Ligações, Provedor do Público, Conclusões.


2. O blog Abrupto foi pirateado?
José Pacheco Pereira queixou-se de que o seu blog Abrupto estava a ser vítima de um “ataque”, provavelmente por parte de um “hacker”, evidentemente anónimo. De facto, os conteúdos daquele autor, no endereço do Abrupto, foram por diversas vezes substituídos por outros, em Inglês, de cariz publicitário.

O Apdeites guardou algumas daquelas intrusões.

Posts sobre este assunto.


3. RTP plagia um artigo do blog Caderno de Corda
No site da RTP, apareceu uma sinopse do documentário “Loose Change”. Esta sinopse, verificou-se depois, era uma transcrição taxativa de um post do blog Caderno de Corda. Tendo este blog pedido satisfações àquela estação pública de Televisão, esta apagou de imediato a sinopse.

Mas o Apdeites recuperou a prova, através de ficheiro cache guardado na MSN.

Post sobre este assunto.


4. Download do programa Sopcast
Para que possa assistir no seu computador às emissões de diversos canais de TV, nomeadamente os mais virados para as transmissões desportivas, terá de fazer download do programa. Este programa serve de complemento à página RTV do Apdeites (com mais de 80 canais e sem necessidade de instalação de qualquer programa).

A pedido da própria Sopcast, o Apdeites guardou todos os ficheiros necessários, num directório próprio.


5. Lista geral de Apdeites em formato TXT
Para que os motores de busca pesquisem mais rapidamente todos os endereços de blogs portugueses listados, existe uma versão em texto (actualizada uma vez por hora, 24 horas por dia). Esta lista também pode servir para diversos outros fins e pode ser consultada ou descarregada AQUI.


6. Download do programa WBloggar
Este é, na opinião do Apdeites, o melhor editor para blogs, como referimos num post de 22.08.06.
Porque às vezes sucede o “download” deste programa não estar disponível, a partir do site de origem, o Apdeites guardou uma cópia para ser utilizada apenas como último recurso.
Pode fazer o “download” do original, seguramente a última versão, em http://wbloggar.com/download.php.
Em alternativa, tem o seguinte endereço:
http://blog.w-bros.de/2006/05/31/133-blog-software-fuer-windows-linux-und-macos
Ainda um terceiro endereço para “download”:
http://www.suaraku.com/files/wb400.zip
Em último caso, se nenhum dos anteriores estiver disponível, click aqui.


7. Download do ficheiro .mo (pt_PT) para WordPress
O Apdeites tem uma tradução particular do ficheiro que serve para traduzir automaticamente o “interface” do WordPress, bem como algumas das palavras e expressões-chave nos respectivos “templates” (modelos).

Para traduzir o seu WordPress para o Português de Portugal, faça o “download” daquele ficheiro, guarde-o no directório wp-includes/languages. Depois, edite o ficheiro wp-config.php (no directório principal da sua instalação WordPress) e altere a linha que diz

define (‘WPLANG’, ”);

para o seguinte (escreva pt_PT entre as duas plicas)

define (‘WPLANG’, ‘pt_PT’);

Não se esqueça de fazer sempre backup antes de mexer nos seus ficheiros de configuração.


8. Pergunta: Qual é o blog português activo há mais tempo?

Resposta: É o blog Macacos Sem Galho, activo desde 19 de Março de 1999.

Pergunta: Quais foram os que apareceram primeiro e que ainda hoje se mantêm on-line?

Resposta:

Para ver a situação mais actual, click AQUI.

Este estudo foi realizado ao longo do mês de Maio de 2006, a partir de um universo de cerca de 3500 blogs com data de última actualização inferior a dois meses (lista geral do Apdeites); destes, foram seleccionados aqueles que há mais tempo constam dos ficheiros históricos do Apdeites, num total de 550.
Cada um destes blogs foi aberto, verificada a actividade há (cerca de) menos de dois meses e registada a data do primeiro “post”.
Foram considerados todos os blogs que permitem o acesso aos seus ficheiros históricos, sem um último “post” com declaração de fim ou de encerramento, e com “posts” e arquivos datados.
Em alguns casos, foi necessário seguir o rasto dos blogs que entretanto mudaram de endereço.

E assim foi finalmente possível ordenar cronologicamente os 100 blogs portugueses mais antigos.


9. Restoration 2.5.14: recuperar ficheiros apagados

O que acontece quando apaga ficheiros (ou directórios) sem querer? Bem, no Windows a coisa não é grave: pode ir recuperá-los à “Reciclagem”. Ok. E então se apagar coisas na reciclagem e, afinal, chegar à conclusão de que precisava delas?

Este excelente utilitário, da autoria de Brian Kato, serve para isso mesmo: recupera ficheiros apagados em Windows (98/ME/2000/XP/Vista), pesquisa, localiza, identifica e lista todos os já apagados “definitivamente”, mas que ainda são recuperáveis, e procede a restauros no todo ou em parte.

Não é necessária qualquer rotina de instalação (entre 160 e 400 Kb) e pode-se “correr” o programa a partir de (ou sobre) flash pen, CD ou mesmo disquete (se ainda tiver disso).

Para fazer download deste programa, click AQUI, ou pode fazê-lo através da página do próprio autor, onde também encontrará especificações técnicas e outros detalhes sobre o Restoration.

Declinação de Responsabilidades
O autor desta aplicação não se responsabiliza por quaisquer danos ou imprevistos que a respectiva utilização possa acarretar em sistemas, discos, suportes, etc. Outro tanto cabe ao Apdeites, em termos de responsabilidades, ou seja, nenhumas; a instalação e utilização deste como de qualquer outro programa ou utilitário recomendado pelo Apdeites ficam por conta e risco de quem executar essas acções. Não são conhecidos, até ao momento, quaisquer danos ou inconvenientes causados pelo Restoration.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *