«Enquanto há língua há esperança» [Ana Cristina Leonardo, “Expresso”, 21.03.15]

. Enquanto há língua há esperança Há coisas que de tão simples nos passam ao lado. Qual a forma mais eficaz de um Estado impor um disparate ou uma arbitrariedade? Não tem nada que saber. Anuncia que o disparate e/ou a arbitrariedade são obrigatórios. Claro como água. Transparente como papel celofane. Evidentemente, decretá-los é sempre … Continuar a ler«Enquanto há língua há esperança» [Ana Cristina Leonardo, “Expresso”, 21.03.15]

AO90 obrigatório nos exames nacionais (III)

«No presente ano letivosic, na classificação das provas, apenas será considerada corretasic a grafia que seguir o que se encontra previsto no Acordo Ortográfico de 1990 (atualmentesic em vigor).» «Valorização dos domínios: III – Expressão Escrita – 50» [Extractos de documento do IAVE – Instituto de Avaliação Educativa: “Informação – Exame Final Nacional – Português … Continuar a lerAO90 obrigatório nos exames nacionais (III)

AO90 obrigatório nos exames nacionais (II)

«By destroying the words themselves, the state would be able to destroy the concepts they represented.» George Orwell, “1984” «Contrariamente ao muito que se diz por aí, as alterações que vão ser introduzidas são muito poucas e julgo que basta uma meia hora para os professores aprenderem as novas regras. E depois é aplicá-las.» Paulo … Continuar a lerAO90 obrigatório nos exames nacionais (II)

“A triste anedota” [por João Roque Dias, Facebook, 06.08.14]

A TRISTE ANEDOTA DA ORTOGRAFIA EM PORTUGAL No ponto 7 da Resolução n.º 8/2011 do Conselho de Ministros (que pôs em marcha o aborto ortográfico em Portugal) lê-se: «Determinar a criação de uma rede de pontos focais para acompanhamento da aplicação do Acordo Ortográfico composta por um representante nomeado por despacho do membro do Governo … Continuar a ler“A triste anedota” [por João Roque Dias, Facebook, 06.08.14]

«A persistência do caos ortográfico» [F.M.V., “Público”]

A persistência do caos ortográfico: a APP Por Francisco Miguel Valada Independentemente do carácter consuetudinário ou prescritivo duma (orto)grafia de base alfabética, a atenção dedicada à estabilidade da sua estrutura deve constituir uma das tarefas primordiais duma sociedade alfabetizada e grafocêntrica. Modificações em aspectos essenciais do padrão ortográfico acarretam várias e indesejadas consequências, sendo a … Continuar a ler«A persistência do caos ortográfico» [F.M.V., “Público”]

«Anunciada revisão do Acordo Ortográfico» [FMV, Público]

Debate: o Ensino e o AO90 A anunciada revisão do Acordo Ortográfico Por Francisco Miguel Valada “Sou um professor pensador, não preciso do programa para me dizer o que devo fazer. Os colegas que querem que o programa seja prescritivo e autoritário são meros funcionários” Paulo Feytor Pinto, Jornal de Notícias, 27/3/2010 [link externo] “O … Continuar a ler«Anunciada revisão do Acordo Ortográfico» [FMV, Público]