A ILC na Feira do Livro de Coimbra

IMG_2061A ILC volta a estar presente na Feira do Livro de Coimbra. Existem dois locais onde é possível subscrever a ILC, embora o Pavilhão Nº1, da Editora Alma Azul, seja o “centro de operações” da ILC nesta Feira do Livro.Aqui poderá deixar a sua subscrição, poupando o respectivo selo de correio e, inclusivamente, pesquisar na internet os seus dados de eleitor, caso não os tenha consigo.O nosso muito obrigado à Elsa Ligeiro, responsável por esta editora de Coimbra e militante incansável na luta contra o Acordo dito Ortográfico.

3 thoughts on “A ILC na Feira do Livro de Coimbra

  1. Uma sugestão a todos os activistas, e que até poderia ser divulgada por vocês: que tal comprarmos livros às editoras manifestamente anti-AO, enviando ao mesmo tempo um mail informando que o fazemos especificamente como medida de incentivo?
    Não falo só de boicote às restantes editoras – é óbvio que todos o fazemos, pelo menos no que toca aos livros em não-Português – mas também podíamos enviar mail a essas editoras a explicar que deixaremos de comprar livros por se terem r/v-endido (escolham a letra que preferirem) ao AO.

    Acho que valeria a pena pensarem e divulgarem medidas deste género. Eu, por exemplo, deixei simplesmente de frequentar lojas que “falem” não-Português e – mais – entro nelas para lhes dizer que não vou lá comprar nada porque escrevem mal. Já o fiz e a reacção foi impagável! (por exemplo, ao que sei o Pingo Doce ainda usa o Português; deixei de frequentar o Continente por causa disso, estou a meditar sobre enviar-lhes um email).
    Valeria a pena meditar sobre medidas deste género, quer apoiadas por vocês – compreendo se não o quiserem apoiar – quer a título individual por cada um de nós. A pensar…

  2. Bela iniciativa!

    Obrigada à Alma Azul e um abraço à Elsa a quem tive o prazer de conhecer na Escola de Línguas de Zamora há anos (num workshop de literatura). É bom saber que pessoas das que guardamos uma boa lembrança estão connosco na defensa das boas causas

  3. Quero anunciar que a WordPress abandonou o Acordo Ortográfico após consulta aos membros através do voto…

    Dava-se o voto aos portugueses e o Malaca Casteleiro chorava…

Os comentários estão fechados.