5 thoughts on ““Adetos” “mais” não muito

  1. Viva o Aborto Ortográfico!
    Viva o analfabetismo!
    Viva a estupidez!
    Demos graças aos excelsos cérebros, “adetos” da facilitação do português. Graças às sumidades como o Malaca Casteleiro estamos hoje muito melhor do que estávamos.

    Só não vê quem não quer.

  2. triste, no mínimo.
    De quem é a culpa?
    Do infeliz profissional que já nem sabe como escrever?
    -A culpa é do estipulado, que anda fóra do pôvo.
    Desses gajos que esqueceram a alegria.

    Provavelmente será o estipulado que vai despedir mais um inocente,
    que anda confuso.

    Jorge F. – é nojento. Concordo contigo.

    https://www.youtube.com/watch?v=R2xRYw3DmRY

  3. Aos poucos vão entrando nos jornais portugueses certas palavras de uso corrente no Brasil. Se pela mão de jornalistas brasileiros, ou pela mão da estupidez dos de cá, isso não sei. Sei é que já li em jornais nacionais a palavra sumiu em vez de desapareceu. E conosco em vez de connosco. Como no Brasil chamam Netuno ao planeta que nós conhecemos por Neptuno, é possível que um dia destes encontremos aquele nome nas páginas dos jornais. Tal como premiê… em vez de primeiro-ministro.

Os comentários estão fechados.