“Afetivamente” a RTP é um “espetáculo”

afetivamenteRTP

[Fotografia da autoria de Manuel Araújo. Publicada no Facebook em 17.02.13.]

«O autor goza durante toda a vida do direito de assegurar a genuinidade e integridade da sua obra, opondo-se à sua destruição, a toda e qualquer mutilação, deformação ou outra modificação da mesma, e, de um modo geral, a todo e qualquer acto que a desvirtue.»
António de Macedo, “Os direitos de autor e o AO90

[Imagem copiada do “site” Mapa Música.]

5 thoughts on ““Afetivamente” a RTP é um “espetáculo”

  1. Faço daqui um apelo ao Rui Reininho para que se pronuncie, a avaliar pela suas líricas teremos resposta à altura.

  2. A RTP cada vez mais se assemelha a uma televisão privada brasileira. Ela é legendas em brasileiro, expressões brasileiras (embora sem o nível daquela do ex-secretário de Estado da Cultura) e, se repararem bem, até apresentadoras com ar abrasileirado, como é o caso desta jovem. Que, para quem lê lábios, parece estar a revelar-se também como boa ‘espetadora’. Dos GNR, claro!

  3. As legendagens brasileiras são um autêntico abuso! Agora as legendas estão cheias de “otários” e de “gostosas” e de gerúndios. Não há vergonha.

Os comentários estão fechados.