Arquivo de etiquetas: RDP

Teolinda Gersão fala sobre o AO90 na “Antena 1”

Neste “debate”, emitido pela RDP – Antena 1 no dia 3 de Maio 2015 (com repetição no Domingo seguinte), a escritora Teolinda Gersão confronta o chamado “pai” do “acordo ortográfico”, Malaca Casteleiro. Visto que se trata de um “debate”, com inúmeras interrupções de parte a parte, transcrevemos em formato de entrevista apenas as intervenções de Teolinda Gersão. Os “links” e destaques são, obviamente, de nossa responsabilidade.

 

RDP: Teolinda Gersão, olhando a Língua nesta perspectiva história e evolutiva: crê que há necessidade, que havia necessidade, de a legislar? De a modificar através de Lei?

Teolinda Gersão: Obviamente que não e eu devo dizer que estou totalmente em desacordo com esta tentativa de uniformização porque ela é completamente impossível, nunca vai acontecer — e são os próprios brasileiros que o dizem. Eu estava a ouvir o Malaca Casteleiro e parecia-me que estava a ouvir um tratado de um académico, portanto, algo que pertence às academias mas que não está ligado à vida real. E eu vou falar em nome da vida real e do meu conhecimento, obviamente da Língua Portuguesa, mas também da variante brasileira porque a conheço muito bem, vivi dois anos em São Paulo, tenho imensos amigos brasileiros, aprendi a escrever Português lendo também autores brasileiros como Machado de Assis, por exemplo, ou Guimarães Rosa ou Drummond de Andrade ou quaisquer outros…

RDP: E leu nas versões brasileiras.

TG: Nas versões brasileiras. E em casa, desde criança que me explicavam “ah, no Brasil diz-se assim”. “Esta palavra” (por exemplo, “Ipê“) “não existe cá, é uma árvore que eles têm lá”. Explicavam-me e eu andava para a frente. E tropeçava na sintaxe, via que a gramática era diferente, a construção da frase era diferente, mas diziam-me “lá eles dizem assim, nós dizemos de outra maneira” e isso não me fazia confusão nenhuma…

RDP: Léxico e sintaxe. E a ortografia…

TG: A ortografia é um pormenor. O importante é o léxico e a sintaxe. E nunca vamos chegar a acordo nenhum. E mesmo na ortografia também não. Eu estava a ouvir tudo isto e estava a pensar: um acordo que se tenta fazer, no fundo, há cem anos, praticamente, e que não se consegue fazer, tem alguma coisa de errado na base. Porque se em ’45 os brasileiros não o aceitaram e “mandaram para o espaço” o que nós tínhamos pensado e não o puseram em prática — estavam no seu direito e fizeram eles muito bem — não queriam reintroduzir consoantes que já não pronunciavam. Nós temos o mesmo direito de agora não cortar consoantes que pronunciamos ou outras que são etimológicas. Não podemos rasurar a etimologia. Obviamente que o Brasil é um país muito jovem, a independência é em 1822, portanto é no séc. XIX, estamos quase, ainda, vizinhos dessa data e é um país onde nunca houve, nem haverá, uma única ruína romana, obviamente. Roma não lhes diz nada e o latim não lhes diz nada. E o Brasil é produto de uma fusão enorme de Línguas de emigrantes que para lá foram. A maioria foi portuguesa, obviamente, mas havia os indígenas e depois nós…

Continuar a ler Teolinda Gersão fala sobre o AO90 na “Antena 1”

José Manuel Rosendo subscreveu a ILC

José Manuel Rosendo, 50 anos.

Jornalista Antena 1 – RTP, desde 1993

Curso de Jornalismo do CENJOR (Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas).

Cobertura de vários acontecimentos nacionais e internacionais e diversas reportagens em zonas de conflito, nomeadamente:
– Curdistão turco (Primavera de 2003, início da invasão do Iraque)
– Iraque (Agosto e Novembro de 2003 e Primavera de 2004); – Curdistão Iraquiano em Outubro de 2007.
-Israel/Palestina (várias vezes na Cisjordânia e Faixa de Gaza):
– reportagem sobre o “muro de segurança” que separa Israel dos territórios palestinianos (2004)
– funeral de Yasser Arafat (2004)
– eleições presidenciais para a Autoridade Nacional Palestiniana (Janeiro 2005)
– eleições legislativas israelitas e palestinianas;
– retirada dos colonatos israelitas da Faixa de Gaza (2005)
– Natal em Belém;
– tomada do poder pelo Hamas na Faixa de Gaza (Junho 2007),
– 60º Aniversário da fundação de Israel (Maio 2008)
– Bombardeamento da Faixa de Gaza (Dezembro de 2008/Janeiro de 2009)
– Papa Bento XVI em Israel e Cisjordânia (Maio de 2009) 1 – Acompanhamento de estudantes portugueses durante uma semana na Cisjordânia (Julho 2010).
-Líbano (guerra do Verão de 2006 e chegada dos militares portugueses em Novembro de 2006).
– Paquistão (eleições, Fevereiro de 2008)
– Afeganistão (eleições, Agosto de 2009)
– Revolta no Egipto (Fevereiro de 2011)
– Revolta na Líbia (Fevereiro/Março de 2011)
– Revolta na Líbia (Agosto/Setembro de 2011)

Autor do Livro “De Istambul a Nassíria – crónicas da guerra no Iraque”, Editora ContraMargem, Novembro 2007.

Colaborações com a Agência Lusa, Jornal de Notícias, Revistas Visão e NS.

 


Reportagem de José Manuel Rosendo, sobre os primeiros passos na descoberta da liberdade na Líbia, editado por António Antunes. 

José Manuel Rosendo subscreveu a Iniciativa Legislativa de Cidadãos pela revogação da entrada em vigor do Acordo Ortográfico de 1990.

Nota: esta publicação foi autorizada pelo subscritor, que nos enviou, para o efeito, a nota biográfica, o link para o YouTube e a foto.

Desculpe? "Penalizar"? Isso é o quê?

Educação

Ministério da Educação não vai penalizar alunos que escrevam com grafia antiga da língua portuguesa

A secretária de Estado do Ensino Básico e Secundário, Isabel Leite, adiantou esta manhã, à Antena 1 que os alunos poderão recorrer à grafia antiga da língua portuguesa ou à que resulta do acordo ortográfico, que não serão penalizados nas provas de avaliação.
2011-09-08 12:30:55
Notícia RTP – Antena 2

«Acordo ortográfico é um desastre» – José Cutileiro

[audio:RDP250711JC.mp3]

O embaixador José Cutileiro fala à RDP sobre o “acordo ortográfico”.

«Este último acordo ortográfico é um desastre. De maneira que talvez o actual Governo pudesse pensar em pô-lo de parte.

É uma coisa completamente absurda e só pode ter sido feito por gente que não faz ideia do que é ler ou escrever. Espero que este Governo se lembre de pôr isto de parte.»

Gravação extraída do programa “Visão Global” da RDP – Antena 1 emitido em 25.07.11.