ILC contra o Acordo Ortográfico

(site original, 2010-2015)

Search Results on casteleiro

Desidério Murcho Nasci em 1965 em Portugal e sou professor de filosofia na Universidade Federal de Ouro Preto, no Brasil, desde 2007. Em 1992 terminei a graduação em filosofia na Universidade de Lisboa, e no ano 2000, na mesma instituição, terminei o mestrado. Nesse mesmo ano mudei-me para o King’s College London para os meus […]

Share

1. A base IV do Acordo Ortográfico de 1990(1) (AO) consagra um regime ortográfico facultativo quanto a determinados vocábulos, ou tipo de vocábulos. É um dos pontos mais frágeis do AO e que, só por si, permite pôr em causa a orientação científica que presidiu à nova «norma» ortográfica da Língua Portuguesa. Desde logo porque demonstrativo de que […]

Share

O ACORDÊS: SÓRDIDA TEIMOSIA – Pois!… E quem tem filhos na escola, que faz? A Daniela começou agora. – A Daniela é sua filha ou do Estado? – !!!… Na escola só ensinam… – «Acordês»? É ilegal. A ortografia portuguesa rege-se pelo Dec. 35 288 de 8/Dez./45 e pelo D.L. 32/73 de 6/Fev. O «Acordo […]

Share

O truque é simples. Num restaurante de má fama, um cliente refilão mas pouco astuto queixa-se do bife. Que está mal passado, que assim não o come nem paga, era o que faltava! O empregado encolhe os ombros, leva o prato, vira o bife ao contrário e trá-lo outra vez. O cliente despacha-o, voraz, satisfeitíssimo […]

Share

“Temos uma responsabilidade como pais de parar o Acordo Ortográfico” Duarte Branquinho Madalena Homem Cardoso tem 43 anos, é médica e tornou-se a porta-voz de tantos pais que se preocupam com a educação dos seus filhos depois da imposição do Acordo Ortográfico. Enviou uma carta aberta ao ministro da Educação, Nuno Crato, dizendo que não […]

Share

Ainda não vi ninguém queixar-se (e, que diabo!, não acredito que seja só eu o eleito e o escolhido): fui atacado por um “hacker” anónimo ao serviço da Kultura e do dr. Malaca Casteleiro e, em silêncio, sem aviso, o meu Word adoptou o celerado Acordo Ortográfico. Mesmo agora acaba de sublinhar a vermelho a […]

Share

Pois é: antes fosse mentira Por NUNO PACHECO Hoje, 1 de Abril, é o dia consagrado à mentira. Não precisávamos, é verdade. Já temos tantas e em tantos outros dias que a coisa se banalizou consideravelmente. Mas é provável que haja ainda quem siga a tradição. Assim: “Hoje vamos todos jantar a um restaurante caro! […]

Share

«Depois, a escrita não reproduz fielmente a fala, como sugere a metáfora tantas vezes repetida de que “ela é a roupagem da língua oral”. Ela tem as suas leis próprias e tem um caminho próprio.» Joaquim Mattoso Camara Jr., Estrutura da Língua Portuguesa, Petrópolis, Vozes, 2009 [1970], p. 20. «Como seria a nossa vida se […]

Share

O colunista Rui Tavares decidiu adoptar, na sua crónica de 6 de Fevereiro, um tom pretensamente jocoso para criticar a decisão do novo presidente do CCB, Vasco Graça Moura, de não aplicar o chamado “acordo ortográfico” imposto aos portugueses, apesar da forte mobilização que se registou no país contra ele e do facto de dois […]

Share

Num esgar de arrogância despeitada, o Prof. João Malaca Casteleiro diz ao Expresso de sábado passado, sobre a minha tomada de posição contra o Acordo Ortográfico: “É um autêntico disparate e uma atitude mesquinha, revelando espírito de vingança. Quem vai pagar estes custos?”. Tenho pouca paciência para os trejeitos do autor de um livro intitulado […]

Share