Pinch me

Luís Filipe Menezes insulta José Pacheco Pereira, pelos vistos devido aos apêndices capilares deste. Uma coisa inacreditável, em especial para o visado: afinal, parece que o lixo não é um exclusivo “disto dos blogs”. E que a vergonha também não.

Para já não falar da falta de educação, é claro.

Alguém que me diga que isto não é verdade. Alguém que me belisque, se fáxavor. Eu cá, ao menos, garanto, ainda não bebi nada hoje.

Não tem nada a ver com isto, a não ser, talvez, naquilo que diz respeito ao abrangente tema da educação. Mas enfim, alguém deveria dizer (segredar, para não dar muita bandeira) a nosso primeiro-ministro que não se diz, por exemplo, “há dois anos atrás” ou “ele foi um dos que foi”. Segredem-lhe, cochichem-lhe, bichanem-lhe, irra, façam-lhe um desenho: gramática, senhor primeiro-ministro; bom senso, senhor primeiro-ministro; o senhor é primeiro-ministro, senhor primeiro-ministro, não é suposto por conseguinte que fale como um labrego. Veja lá isso. Obrigado.

Um comentário em “Pinch me”

  1. Ainda bem que Menezes referiu a “Quadratura do Círculo”, não fosse o caso de se pensar que o “senhor de barbas” era o Pai Natal.

Os comentários estão fechados.